Ecce Homo – Ragusa

pe. giovanni, fidei donum


Lascia un commento

A palmeirinha conta sua história

A natureza ensina-nos a viver e a conviver melhor!

A Palmeirinha conta sua historia!

Ao lado direito da igreja Matriz tinha alguma arvore frutífera e não bem misturadas entre elas e muitas folhagem. Abaixo da arvore mais alta uma palmeira meio fininha e quase insignificante assim abafada pelas outras. Inclusive tinha um pé de acerola assim grande e velho que quase não conseguia mais dar frutos. Uma ventania derrubou boa parte das arvores, caindo uma por cima da outra e a reforma da praça Matriz fez limpeza do que tinha sobrado.  No final, por incrível que parece, sobreviveu aquela palmeirinha quase insignificante.

Hoje, poucos meses depois, se apresenta verde e bela de tronco forte,erguido e harmoniosa! Ninguém teria acreditado nela apenas meses atrás…  Pensei no Raul Cânovas, paisagista escritor de “Comportamento Humano e Vegetal: Algumas coincidências” onde partilha a descoberta de muitas coincidências entre o nosso mundo e o mundo das plantas. E pensei em uma profunda reflexão do Kalhil Gibran sobre o Casamento “o carvalho e o cipreste
não crescem à sombra um do outro” exortando o casal “Mantende-vos juntos,mas nunca demasiado próximos…”

A palmerinha que encontrou ar livre, sol, água da chuva, mais energias na terra ao redor parece um exemplo interessante para pedagogia da educação infantil, para a vida social, o planejamento urbano, as tipologias habitativas populares (casinhas populares sem espaço social), os eternos problemas das favelas, a vida espiritual etc.. Como é importante respeitar o espaço e a liberdade de cada ser humano, como é bonito ver e facilitar o crescimento social, espiritual das novas gerações. Como é precioso entre amigos, amigas, noivos, esposos o respeito daquele espaço sagrado que se chama consciência, liberdade de escolha, expressão dos sentimentos e pensamento, dos talentos, dons e carismas que Deus providencia a cada um dos seus filhos e filhas.

Sem duvida o mundo vegetal tem muito a ensinar ao ser humano e os dois se completam e protegem reciprocamente.


Lascia un commento

Cirurgia para beleza interior

Receita para beleza interior
Autoria: Adilson Costa
[Receita+para+beleza+interior.jpg]
Faça várias cirurgias plásticas:
Uma para corrigir o nariz empinado pelo orgulho e pela soberba.
Outra na correção da lingua venenosa e ardilosa e nos lábios que demarcam sua tristeza interior.
Drenagem linfatica para retirar o orgulho, a inveja e a ingratidão.
Diversos peelings profundos na culpa e no remorso.
Faça uma dermo esfoliação nas cicatrizes deixadas pela falta de perdão e pelo ódio, assim como no rancor envelhecido
Uma máscara facial para retirar as expressões de mágoas e ressentimentos, igualmente nas asperezas da insensibilidade no trato com as pessoas.
Depois complete com uma hidratação de sorriso e alegria;
Hidrate suas maõs todos os dias com a prática da solidariedade e da caridade.
Coloque lentes coloridas da misericórdia e da paciência, iluminando seu olhar.
Realize um implante de entusiasmo e atitude positiva.
Turbine sua humildade e o desinteresse por questões materiais.
Use botox para esticar a esperança e a fé.
Realce o cabelo com luzes da consciência tranquila e da paz de espirito; e
Finalize com uma hidromassagem, usando sais da generosidade e pétalas da tolerância, que é bom para o coração e a alma.
Obs.: Esses ingredientes não são encontrados nas melhores lojas do ramo. Estão dentro de você!
Pense nisso! E seja feliz, muito feliz!!!


Lascia un commento

Humor e autocritica entre crentes

Jovens de uma igreja evangelica de Zurich postaram com muito humor e autocritica a lista seguinte:
 
Tipos de Crentes

Em nossos sermões estamos muito acostumados a ouvir que Moisés era um tipo de Cristo, assim como Davi e outros personagens… E você, em que tipo você se enquadra?

Crente Chiclé – só mastiga a Palavra, mas não engole…
Crente Piolho – anda pela cabeça dos outros…
Crente Pipoca – vive dando pulo….
Crente Macaco – vive pulando de igreja em igreja…
Crente Nômade – vive trocando de habitat…
Crente Passageiro – vive passeando de igreja em igreja…
Crente Carrapato – vive colado nos outros…
Crente Sanguessuga – vive sugando os bens dos irmãos…
Crente Urubu – vive se alimentando da carne dos irmãos… "Hum… hoje vamos comer pastor a milanesa!!!!"
Crente Camaleão – está toda hora de mudança para se adaptar ao novo habitat…
Crente 007 – esse é o agente secreto de Cristo infiltrado no submundo de Satanás…
Crente Iô-Iô – está sempre saindo e voltando para a mão de Deus…
Crente Elevador – está sempre subindo e descendo na vida espiritual…
Crente Avestruz – vive colocando a cabeça embaixo da terra quando tem um problema….
Crente Leão – não se meta com ele, pois ele é o Rei da Igreja…
Crente Jacaré – tem uma boquinha…
Crente Papagaio – só sabe orar com no máximo usando 20 palavras…
Crente Pingüim – vive sempre numa geleira espiritual…
Crente Chuchu – não tem gosto de nada…
Crente Denorex – parece, mas não é…
Crente Brastemp – não tem comparação… (com Cristo)
Crente Nigel Mansel – corre um monte, mas nunca ganha uma peleja…
Crente Rubinho Barrichelo – Freia no fim da prova só pra deixar todo mundo passar por você na vida espiritual…
Crente Pulga – Está sempre coçando a sua orelha.
Crente Tocha – Está toda hora queimando… "Queima demônio, queima…"
Crente Kiko do Chaves – esse não se mistura com a "gentalha"
Crente Chapolin – você pode contar com tudo, menos com sua astúcia…
Crente Balaão – enxerga espiritualmente menos que uma mula…
Crente Noé – Nunca as coisas são com ele, "Noé comigo irmão"
Crente Homem-Aranha – vive subindo pelas paredes por qualquer coisa…
Crente 6h – Sempre dependendo da oração dos irmãos: "seis" ora por mim?"
Crente Aleluia Glória a Deus – Pastor pregando: "Porque o diabo veio para matar…" e o irmão: Aleluia Glória a Deus.
Crente Zagalo – os irmãos tão sempre tendo que engoli-lo
Crente Ari Pistola – só conhece o antigo testamento, a lei e os profetas.
Crente Chacrinha – só dá abacaxi para os irmãos.
Crente Tortéi – no seu interior, só abobrinha.
Crente Pão de Fôrma – miolo mole, casca grossa, chato e quadrado.
Crente Rexona – A bíblia sempre debaixo do braço… Argh, que cheiro de sovaco!!!
Crente Radicci – Amargo que só ele
Crente Cabeleireiro – trabalha só pra fazer a cabeça dos outros…
Crente Rivaldo – Se acha o bom e injustiçado!
CRENTE URSO: no inverno, fica hibernando.
CRENTE AÇÚCAR: se sair com chuva, derrete.
CRENTE QUIABO: vive escorregando.
CRENTE BORBOLETA: que anda de igreja em igreja.
CRENTE ÔBA-ÔBA: “tudo é festa”.
CRENTE CARRINHO-DE-MÃO: alguém tem que empurrá-lo até a igreja.
CRENTE GELINHO: cheio dos “não me toques!”
CRENTE FLORZINHA DE JESUS: qualquer coisa, sai da igreja.
CRENTE GABRIELA: “eu nasci assim, eu cresci assim, e eu sou assim, vou ser sempre assim, Gabrieela…”
CRENTE MACHADO: qualquer idéia, ele já corta.
CRENTE BULE: de “pó café” (pouca fé).
CRENTE ESCOTEIRO: só vai a acampamento.
CRENTE ROCAMBOLE: enrolado…
CRENTE KODAK: vive de revelação.
CRENTE ENXADA: quando o pastor está pregando, ele diz: “é pra mim!”
CRENTE PÁ: quando o pastor está pregando, ele diz: “é pá ele!”
CRENTE ALELUIA: só diz aleluia na hora errada.
CRENTE COM DOM DO CANTO: fica lá no canto da igreja encostado, e não quer saber de trabalhar!
CRENTE CELULAR: só vive desligado ou fora de área.
CRENTE AVIÃO: vive nas nuvens.
CRENTE FOGUETE: vive no mundo da lua.
CRENTE ALICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS: vive sonhando. Acorda Alice!


Lascia un commento

Sinfonia de Outono em Salto Grande

  Outono em Salto Grande

Dizem que a Primavera é a época do amor. Pode ser que sim… Os campos estão floridos, os pássaros chilreiam, mas… o Outono é especial. Existe algo de mais belo que um pôr-do-sol de Outono, quando os raios vermelhos, rosa, roxo e azul pincelam o horizonte, rivalizando com todos os grandes pintores?!… Neuza Neto (http://web.educom.pt/pr1305/outono21.htm)

Imagens de Outono e musica de fundo em http://www.orizamartins.com/sinfonia-de-outono.html

sinfonia de Outono em Salto Grande (confere as fotos…)

  


1 Commento

Projeto SAMAUMA A FABULA DO PORCO-ESPINHO

Durante a era glacial, muitos animais morriam por causa do frio.
Os porcos-espinhos, percebendo a situação, resolveram se juntar em grupos, assim se agasalhavam
e se protegiam mutuamente; mas, os espinhos de cada um feriam os companheiros mais próximos,
justamente os que ofereciam maior calor.
Por isso decidiram afastar-se uns dos outros e voltaram a morrer congelados.
Então precisavam fazer uma escolha: ou desapareceriam da Terra ou aceitavam
os espinhos dos companheiros. Com sabedoria, decidiram voltar a ficar juntos.
Aprenderam assim a conviver  com as pequenas feridas que a relação  com uma pessoa muito próxima podia causar,
já que o mais importante era o calor do outro. E assim sobreviveram!
Moral da História:
O melhor relacionamento não é aquele  que une pessoas perfeitas, mas aquele  onde cada um aprende a conviver com os defeitos do outro  e consegue admirar suas qualidades.