Ecce Homo – Ragusa

pe. giovanni, fidei donum

Missa na Capela S.José Marello no dia da festa do padroeiro

Lascia un commento

30 de Maio – São José Marello Festa da Comunidade S.José Marello: Missa na Capela as 8:30. Lembramos este homem de Deus com as palavras do  Pe. Denis Oldack, OSJ                                                                               (http://www.asj.org.br/educacao_artigos.asp?codigo=520&cod_curso=16)

Um Homem Chamado José Marello

O Papa Leão XIII o definiu "uma pérola de Bispo". São Pio X chamou-o "um santo".

Nós, acolhendo o desejo de nosso irmão Severino Poletto, Bispo de Asti, de muitos outros irmãos no Episcopado, da família religiosa dos Oblatos de São José e de muitos fiéis, depois de ter tido o parecer favorável da Congregação dos Santos, com a nossa autoridade apostólica concedemos que o venerável servo de Deus José Marello, Bispo, Fundador dos Oblatos de São José, de agora em diante seja chamado Bem-aventurado, e que se possa celebrar a sua festa nos lugares e segundo as regras estabelecidas pelo Direito, cada ano, no dia 30 de maio, dia do seu nascimento para o céu. Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo". Amém!

Estas palavras foram pronunciadas solenemente pelo Santo Padre, João Paulo II, na manhã do dia 26 de setembro de 1993 , na cidade de Asti (Itália) e constituem a fórmula de Beatificação de Dom José Marello.

José Marello nasceu no dia 26/12/1844 em Turim (Itália). Tornou-se sacerdote diocesano na cidade de Asti. Impulsionado pelo Espírito Santo fundou em 14/03/1878 a Congregação dos Oblatos de São José, que hoje encontra-se difundida na Itália, Filipinas, Brasil, Estados Unidos, Peru, Bolívia, Polônia, Índia, Nigéria, Chile, e outros lugares do mundo.

Em 1889 José Marello foi sagrado bispo de Acqui (Itália) e em 30 de maio de 1895 morreu santamente na cidade de Savona (Itália). Em 1978 a Igreja reconheceu a heroicidade de suas virtudes e em 26/09/1993 foi elevado às honras dos altares com o título de Bem-aventurado. Agora, aguarda-se o reconhecimento de um novo milagre operado por sua intercessão, para proceder-se à canonização que dar-lhe-á o título de Santo.

A santidade do Bem-Aventurado José Marello consta de diversos testemunhos sobre a sua pessoa.

O Papa Leão XIII o definiu "uma pérola de Bispo". São Pio X chamou-o "um santo". O cardeal Gamba, arcebispo de Turim disse que foi "um praticante, em grau heróico, de todas as virtudes teologais e morais".

O cardeal Mistrangelo refere-se a Marello como "um santo a ser amado e venerado". O Papa Paulo VI declarou que: "Consta que o servo de Deus, José Marello, bispo de Acqui, fundador da Congregação dos Oblatos de São José de Asti, exercitou as virtudes teologais da fé, esperança e caridade, em relação a Deus e ao próximo, assim como as demais virtudes cardeais da prudência, justiça, temperança, fortaleza e outras virtudes anexas, em grau heróico".

Ainda hoje, "Os Oblatos de São José, fiéis ao carisma do Fundador, são chamados a reproduzir na sua vida e no apostolado o mistério cristão como o viveu São José:

na união com Deus, na humildade, no escondimento, na laboriosidade, na dedicação aos interesses de Jesus".

(do artigo 3o. das Constituições dos Oblatos de São José).

Annunci

Effettua il login con uno di questi metodi per inviare il tuo commento:

Logo WordPress.com

Stai commentando usando il tuo account WordPress.com. Chiudi sessione / Modifica )

Foto Twitter

Stai commentando usando il tuo account Twitter. Chiudi sessione / Modifica )

Foto di Facebook

Stai commentando usando il tuo account Facebook. Chiudi sessione / Modifica )

Google+ photo

Stai commentando usando il tuo account Google+. Chiudi sessione / Modifica )

Connessione a %s...